Nem só de Phantoms vive o mundo dos drones, para quem procura algo mais profissional, capaz de carregar câmeras grandes, e está disposto a gastar bastante, a Shotover, fabricante de sistemas de estabilização e gimbals que são utilizados em helicópteros e vants, está lançando seu drone, o U1.

O quadricoptero “grandão” é um drone profissional, e pode levar câmeras de cinema e lentes, tais como:

  • 6K RED Weapon
  • ARRI Alexa Mini
  • Phantom Flex4K
  • Sony F55

Utilização

  • Cinema
  • TV
  • Pesquisa
  • Segurança

Aumentando ainda mais funcionalidade, o gimbal Shotover U1 (U1g) pode ser removido do multirotor e usado como uma plataforma estabilizada standalone, que pode ser montada em motocicletas, carros, barcos, cabos e quase qualquer coisa que se move. Os compradores podem escolher entre o U1, que inclui tanto o multirotor e gimbal, ou o U1g, que é o gimbal sozinho. Outras características do U1 são os sistemas de controle de vôo e de baterias redundantes, downlink personalizado com dois feeds de vídeo HD e ótima estabilidade.

O U1 tem por base a experiência da Shotover em voos cinematograficos com os seus sistemas de estabilização de câmeras Shotover F1 e Shotover K1.

O Shotover U1 é o primeiro drone projetado especificamente para as empresas de radiodifusão e grandes cineastas, permitindo as produçõee empregarem as mesmas câmeras de nível profissional e lentes que eles escolhem para a filmagem principal. Juntamente com a confiabilidade incomparável, o U1 permitirá a cineastas capturarem imagens de tirar o fôlego, incluindo aquelas que não seriam possíveis com um helicóptero ou grua – como de dentro de uma cachoeira – sem ter que sacrificar a qualidade da imagem. Para a utilização na área de segurança e os usuários industriais, como os do petróleo e gás, agricultura e indústria da construção, o U1 oferece uma opção de drone que pode ser empregado no lugar de soluções montadas em aviões.

Alex Giuffrida – presidente Shotover

O sistema de bateria redundante do U1 com informações de tensão e capacidade das células, permite que o piloto desligue uma célula da bateria que falhou e pouse em segurança. O sistema de controle de vôo redundante oferece ao operador a capacidade de alternar rapidamente para uma controladora de vôo de back-up em caso de necessidade. Os recursos adicionais do U1 incluem um design de fácil utilização que permite aos operadores trocarem facilmente câmeras e lentes entre as cenas.

O drone pesa 10.5kg e pode levar uma carga de até 19kg, o tempo de voo é entre 9 e 22 minutos, dependendo da carga e condições de vento, a bateria utilizada é uma 12S, o gimbal pesa 4kg, as controladoras são A2 e PixHawk.

O preço não é divulgado publicamente, a empresa despacha para o mundo inteiro, e tem também a opção de locação.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA